Latest Post

A população de Pendências agora passa a contar com uma das mais moderna e completa Farmácia do vale do Açú. Sem dever em nada às grandes lojas do segmento da região, a Farmácia Drogaria inaugurou na manhã desta sexta-feira (13), sua nova loja com um ambiente espaçoso, confortável e totalmente climatizado.

A Farmácia conta com toda a gama de medicamentos, perfumarias, cosméticos e uma grande variedade de produtos que já estão à disposição dos clientes que desejam mais conforto, qualidade e um ótimo atendimento na hora de fazer suas compras. 

A inauguração contou com um momento religioso, através da participação do padre Jailton Soares. Também houve entregas de brindes, um delicioso coffe break e preços arrasadores que continuam durante todo este mês de janeiro.

O empreendimento é a mais nova conquista do empresário Alexandre Magnos que já atuar a vários anos neste mercado, e que pela qualidade dos produtos e serviços ofertados vem ganhando mais clientes.

A nova farmácia fica localizada na avenida Alba Pinheiros Nº 20. Nos conjuntos São João vizinho a Gregório. Durante o evento os clientes tiveram a oportunidade de verificar pressão arterial e fazer exames de glicose. Confira as fotos na integra 





Para ver todas as fotos clique >>AQUI<<  

Para entender por que um restaurante me cobrava 100 euros (cerca de R$ 400) por um prato de percebes - crustáceos conhecidos em Portugal como "dedos de Lúcifer" -, decidi passar um dia com os homens corajosos que arriscam suas vidas para colhê-los na chamada Costa Vicentina, no extremo sudoeste de Portugal.

Essas iguarias, muito populares em Portugal e na Espanha, são chamadas de "dedos de Lúcifer" por causa de sua aparência bizarra: seus troncos grossos lembram dedos e seus "pés" têm forma de diamante, assemelhando-se a garras.

Os percebes só crescem e se multiplicam em rochedos na chamada zona intermareal do oceano (área entre as marés altas e baixas), onde são alimentados pelo plâncton trazido pelas ondas que quebram. Diferentemente de outros crustáceos, não podem ser cultivados e o mar agitado torna sua colheita perigosa.
Dia de trabalho

Por causa do valor monetário e gastronômico dessas trufas do mar - como às vezes os percebes são chamados -, mergulhadores vão à sua caça assim que as temperaturas ficam mais amenas.

"Mesmo um dia ruim no mar é melhor do que um dia bom no escritório", diz Fernando Damas, um caçador de percebes que largou uma carreira promissora como designer industrial 19 anos atrás para colher a iguaria em tempo integral. "O oceano é cheio de maravilhosas surpresas".

 
Negócio perigoso

Na Costa Vicentina, um antigo provérbio diz: "Nunca dê as costas para Deus quando mergulhar em busca dos dedos de Lúcifer". O mergulhador João Rosário explica que, nesse caso, Deus se refere ao poder do mar. "Quando você mergulha para colher percebes e ignora a imprevisibilidade do oceano, você provavelmente será ferido ou morto", diz. "Há muitos casos de mergulhadores que batem a cabeça e morrem afogados. Os "sortudos" quebram um braço ou uma perna. Isso sem falar nos cortes provocados pelas pedras".

Diferentes escolas de pensamento

Os percebes podem ser alcançados subindo pelas falésias ou mergulhando de um barco. Não existe consenso sobre qual é a técnica menos perigosa. Quem desce 100 metros pelas falésias por meio de uma corda para colher os crustáceos durante a maré baixa correm o risco de cair ou acabar esmagado contra as rochas pela arrebentação. A alternativa é permanecer a uma distância segura dos penhascos quando a maré está ligeiramente mais alta, e depois nadar em direção ao rochedo, tentando sincronizar cada movimento com o das ondas.

Trabalho em equipe

Os mergulhadores atuam em pares por razões de segurança, e você acaba confiando sua vida nas mãos de seu parceiro, assinala Damas, que vem mergulhando com Tiago Craca nos últimos seis anos. Eles formam a dupla perfeita, compartilhando decisões sobre onde e quando é seguro mergulhar.

"Ele tem a metade da minha idade e já salvou a minha vida, diz Damas. Naquele dia, estava preocupado com outras coisas. Você não pode perder o foco no que está fazendo - é muito perigoso. Eu não vi que meu pé inchou e acabei ficando preso em uma fenda. Felizmente, Tiago percebeu que estava embaixo d'água por muito tempo e veio me buscar".
 
Um setor regulado

Em Portugal, a caça dos percebes é fortemente regulada e todas as atividades de mergulho são controladas pela cidade de Villa do Bispo, onde se localiza a sede da Associação Dos Marisqueiros Da Vila Do Bispo. Apenas 80 licenças de mergulho são emitidas a cada ano. A maioria dos mergulhadores vive ali ou nas proximidades da cidade litorânea de Sagres. O mercado de peixes de Sagres é o único lugar onde os mergulhadores são legalmente autorizados a vender os percebes a donos de restaurantes e fornecedores. Um mergulhador só pode colher até 15 kg diariamente, e os preços variam entre €30 e €60 o quilo, dependendo da qualidade e do tamanho do crustáceo, explica Paula Barata, presidente da associação.

"Nosso caixa eletrônico no mar"

Apesar das regras rígidas, a caça dos percebes permanece abundante. Trata-se de um negócio lucrativo e a guarda-costeira não consegue fiscalizar todos os locais. Também é um negócio secreto, e nem mesmo os mergulhadores licenciados compartilham onde mergulham ou planejam mergulhar devido à raridade da iguaria.

Um dos mergulhadores no mercado de peixe da cidade de Portimão, a 55 km a leste de Sagres, emite sua opinião: "Não me importo com as regras. A Costa Vicentina pertence ao povo - não ao governo. Os percebes são o nosso caixa eletrônico no mar. Temos o direito de sacar o nosso dinheiro."
 
Sem talheres

É justo perguntar por que todo esse rebuliço em torno dessa iguaria. Mas ao prová-la, encontra-se rapidamente a resposta. Imagine-se descansando em um dia de sol na praia. O vento toca o seu rosto e você consegue sentir o cheio do mar. Esse é o verdadeiro gosto dos percebes.

E há apenas uma maneira de comer os dedos do diabo - com seus próprios dedos, diz Sérgio Meudes, gerente do restaurante Marisqueira Azul, em Lisboa, onde os percebes são incluídos no menu sempre que possível. É necessário segurar firmemente a garra colorida do percebe e retirar sua casca para, então, revelar a carne.
 
Somente uma maneira de preparar

Segundo a tradição portuguesa, só existe uma maneira de cozinhar os percebes adequadamente: na água fervente com sal. Mas não se pode passar do ponto, pois isso é necessário rezar o Pai Nosso. "Mesmo se você rezar lentamente, nunca vai demorar mais de um minuto", diz Adriano Lemes, chef do Marisqueira Azul. "Retire-o da água fervente e coloque-o no gelo para terminar o processo de cozimento. Não adicione nenhuma especiaria e, principalmente, nenhum molho", destaca.

BBC

Há uma comunidade indígena da etnia warao que não tem mais homens. Todos morreram. E as mulheres do grupo que sobreviveram estão isoladas. Ninguém quer se casar com elas. Acredita-se, entre os warao, que foram amaldiçoadas.

Mas, na verdade, os homens dessa tribo venezuelana morreram em decorrência dos problemas causados pelo vírus HIV, causador da AIDS. "Há uma prevalência de 10% de infectados em algumas comunidades. Nas pequenas, quase todos os homens entre 16 e 23 anos têm HIV", afirma o médico holandês Jacobus de Waard, do Instituto de Biomedicina da Universidade Central da Venezuela, que trata dos warao desde 1993.

A porcentagem de contaminação indicada por Waard é significativa, já vez que a prevalência do vírus do HIV na Venezuela é de 0,6%, de acordo com as estatísticas da Onusida, organismo das Nações Unidas cujo objetivo é controlar a propagação da doença.

A situação do HIV no povo warao já classificada como uma epidemia.
A etnia habita, principalmente, o nordeste da Venezuela, onde deságua o rio Orinoco. O grupo costuma se deslocar sazonalmente pelo território venezuelano. Nos últimos anos, com a profunda crise econômica no país e a falta de alimentos, parte deles atravessou a fronteira brasileira. Há registros de waraos em diferentes estados do norte do Brasil, quase sempre vivendo em condições de mendicância.

 
Considerando que há de 50 mil pessoas waraos, de acordo com um censo de 2011, os efeitos dessa epidemia podem ser devastadores para o futuro do grupo.

"É uma situação alarmante pela magnitude. A prevalência é muito elevada, similar a que se viu na África no início da epidemia naquele continente. Além disso, está sendo transmitido rapidamente", disse à BBC Mundo, o serviço em língua espanhola da BBC, Flor Oujol, diretora do Laboratório de Virologia Molecular do Instituto Venezuelano de Pesquisa Científica (IVIC, na sigla em espanhol) e uma das coordenadoras de uma pesquisa no caso dos warao.
 
Ela diz ainda que a situação é excepcional. "O HIV uma doença 'importada', nunca foi um problema que afetasse as populações indígenas latino-americanas".

Morte muito rápida
O tipo de HIV que circula entre os warao tem uma peculiaridade: os soropositivos rapidamente desenvolvem AIDS e morrem pouco tempo depois.

"A maioria das infecções por HIV começam como um tipo viral chamado R5 e, à medida que a doença avança, o vírus se transforma em X4. Essa variante é muito mais agressiva, porque leva a um estado de deficiência imunológica mais rapidamente", explica Héctor Rangel, biólogo, do IVI, que também participou da pesquisa.

Segundo ele, 90% dos warao têm o vírus X4 e isso não é comum nem na América Latina nem no resto do mundo.

O médico Waard acredita que a expectativa de vida dos indígenas da tribo com HIV pode ser de apenas dois anos.

A origem do vírus que afeta a etnia parece ser diferente do que aquele circula entre o restante da população venezuelana.

"Tampouco é o que se encontra no Caribe e na Guiana. Sabemos que o surto começou na comunidade de Guayo, no delta do rio Orinoco, mas desconhecemos a origem. Parece ser filipina, mas não temos certeza. Pelo rio passam muitos barcos, talvez pode ter sido introduzido dessa forma", assinala Waard.
 
A importânica dos 'tidawinas'

Outra característica da epidemia é que ela afeta, desproporcionalmente, os homens. "Em algumas comunidades, 35% da população adulta masculina está infectada. Em relação às mulheres, os casos chegam a 2%", comenta Pujol.

Um elemento que permite explicar tamanha diferença é a homossexualidade e bixessualidade na cultura warao, de acordo com os pesquisadores que estudam o tema.

"É comum que transgêneros (tidawinas em warao) tenham atividades sexuais com homens diariamente em algumas comunidades. Alguns antropólogos dizem que os transgêneros se consideram esposas secundárias", índica um estudo publicado em 2013.

Um fator adicional que complica ainda mais a presença do HIV entre os indígenas é a tuberculose. A doença com alta prevalência há muito tempo entre os membros da etnia os fazem ainda mais vulneráveis.

Os efeitos do bacilo da turbeculose e do vírus HIV são potencializadas quando coexistem no organismo humano.

Crise absoluta

A falta de tratamento com antirretrovirais para controlar o avanço e contágio também tem ajudado a propagar a epidemia.

O sistema de saúde da Venezuela enfrenta uma crise que se agrava a cada dia e a escassez de medicamentos é constante e generalizada. A federação farmacêutica venezuelana calcula que há problemas com 85% dos remédios.

"Neste momento há um desabastecimento grave de 24 antirretrovirais e há problemas com outros 20. A última compra de medicamentos para HIV foi feita pelo Ministério da Saúde em 2017", disse à BBC Mundo Regina López, diretora da ONUSIDA na Venezuela.
 
Ela explica que há um plano de ação para enfrentar a situação dos warao que inclui uma campanha educativa com o objetivo de prevenir o contágio, considerando a cosmovisão da etnia.

Eles acreditam, por exemplo, que "danos" vêm do ar e entram através da boca.
A estratégia prevê ainda dar mais atenção médica aos infectados.

"Se este plano tivesse sido executado há dois anos, provavelmente a população infectada com HIV neste momento seria menor. Temos avançado do jeito que dá, mas são se pode dar início aos tratamentos até que o governo compre antirretrovirais. Lamentavelmente, não sabemos quando será feita a aquisição", conclui López.

Especialistas dizem que, com o tratamento adequado, o risco de contágio é mínimo, não chega a 1%.

Chegar ao fim do mundo

Um elemento adicional na já complicada situação dos warao é a dificuldade de acesso à área onde vivem. Para chegar ao lugar onde a tribo está mais ameaçada, é preciso viajar oito horas numa lancha rápida, a partir da capital do estado Delta Amacuro onde está o delta do rio Orinoco. A distância entre essa área e Caracas é de aproximadamente 700 quilômetros.

É preciso levar em conta também outros problemas provocados pela crise econômica venezuelana: conseguir combustível é quase uma odisseia e os motores das lanchas são considerados bens preciosos porque estão em falta ou são extremamente caros. A viagem também é perigosa por causa da insegurança na região.

Procurado pela BBC Mundo, o Ministério do Poder Popular dos Povos Indígenas, não respondeu aos questionamentos encaminhados.

"Nós sabemos que a doença está se espalhando, mas não conhecemos a escala de mortalidade da epidemia, não temos um número de mortes, mas, em uma de nossas últimas visitas, metade dos warao diagnosticada com HIV em uma comunidade já havia morrido", diz Waard.

Ele conclui: "Imaginar o futuro da tribo dá medo. O número (de waraos) vai diminuir consideravelmente. Um cenário possível é o desaparecimento deles".

BBC

As chuvas caídas no sertão da Paraíba já começam a mudar o cenário no rio piranhas nas proximidades de Jardim de Piranhas na região Seridó do Rio Grande do Norte. Seco a vários meses a água está voltando e já se aproxima da cidade de Jardim de Piranhas.

As últimas imagens registradas neste sábado (13) mostram água descendo em um bom nível próximo a comunidade barra de cima em direção a Jardim de Piranhas, caso o nível do rio continue subindo, será possível retornar o abastecimento da cidade de Caicó pela adutora Manoel Torres de Araújo.

Robson Pires


Sociedade Esportiva Palmeiras foi confundida pelo Palmeiras FC pelo Barcelona. Em postagem no site oficial do clube catalão, o Verdão paulista teve o escudo trocado pelo xará do Rio Grande do Norte.

O equívoco acontece em uma imagem criada para representar talentos que deixaram o Palmeiras e fizeram sucesso no Barcelona, em alusão à recente contratação de Yerry MIna. Na foto, Deco, Rivaldo e Edmilson são os destaques.

Vale ressaltar que Deco nunca defendeu o Palmeiras profissionalmente. O português foi formado nas categorias de base do futebol de salão alviverde, mas se transferiu para o Corinthians ao fazer a transição para o futebol de campo.

Na lista, são 11 jogadores citados pelo Barça como tendo atuado pelos dois clubes. Os blaugranas listam Da Silva como primeiro atleta a defender as duas equipes, seguido por Marinho, Bio, Cleo, Marcelo, Henrique e Keirrison, além dos três já citados e Yerry Mina.

Lance


Um avião derrapou na pista do aeroporto da cidade turca de Trabzon e acabou pendurado num barranco perto do mar. A aeronave Boeing 737 da Pegasus Airlines tinha 168 pessoas a bordo, segundo informações da rede britânica BBC.

Todo mundo a bordo foi retirado com segurança, disse o governador da província, Yucel Yavuz. Não foram relatados feridos. A causa do acidente está sendo investigada, disseram autoridades.

A agência de notícias estatal Anadolu disse que houve pânico a bordo quando o avião saiu de controle. As fotos mostram o jato deitado no nariz para baixo em uma encosta lamacenta a poucos metros da beira da água.

G1


A secretaria municipal de esportes e lazer do município de Pendências, realizou na noite de ontem (11) a primeira reunião com dirigente e representantes das equipes que irão participar do campeonato de blocos 2018


A reunião foi ministrada pelo atual presidente da LIGA DESPORTIVA PENDÊNCIENSE (LDP) David José Meneses, e representantes da secretaria de esportes, entre eles se encontravam o secretário Adjunto Luiz do Porto. Veja as fotos





Um dos blocos mais tradicionais da cidade de Pendências, Bloco Whisky Beijo, irá realiza mais uma festa de lançamento para o carnaval 2018. Durante o evento o bloco estará sorteando um kit do bloco para aquelas pessoas que comprarem uma mesa

O evento será realizado na praça Luiz Gonzaga, localizada no centro comercial da cidade, próximo as quatro bocas a parti das 21:00, a animação ficara por conta da banda pagode coisa nossa e forró do arrocho.

Foi realizada nesta semana, reunião convocada pelo gestor municipal, Fernando Antonio Bezerra de Medeiros com os secretários, assessores e representantes dos conselhos municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente, de Assistência Social e Tutelar para apresentação da Articuladora, Libânia Barbalho e da Mobilizadora Jovem, Iris Clara para as ações referentes ao Selo UNICEF - Edição 2017-2020 no município de Pendências.

Além do prefeito, participaram da reunião a secretária de assistência e promoção social Sonia Linhares, Secretário de tributação titico, secretário de finanças João Luiz, secretário de administração Telmo Marcelino, secretária de Saúde Monaliosa Araújo, Secretária de Educação Katia Paulista, secretário de Obras e Serviços Haroldo Marcelino, representando o setor jurídico Dra Marilia.  Confira as fotos



 Para todas fotos clique >>AQUI<<

Alô meu #FoliãoRPD, vamos juntos escolher o nosso abadá e garantir a alegria ainda mais contagiante, todos juntos numa só folia, vibrando amor e paz, fazendo nosso carnaval acontecer com a qualidade que só o #RPD proporciona.

Deixe seu comentário com a escolha do abadá que mais lhe agradou, estaremos realizando a contagem, e com isso divulgando o abadá escolhido pela maioria.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.